ABEPRO – Associação Brasileira de Engenharia de Produção

Grandes feitos de mulheres na Engenharia de Produção no Brasil

O perfil de cinco forças femininas da Engenharia de Produção que contribuíram (e ainda contribuem) para o crescimento da área no país e que são sinônimo de representatividade

Não é novidade para ninguém que, ao longo da história, as mulheres precisaram enfrentar inúmeros desafios para conquistar direitos dentro da nossa sociedade. E isso não seria diferente na Engenharia de Produção. A área ainda possui uma grande maioria masculina, apesar das recentes mudanças observadas no número de mulheres matriculadas nos cursos Brasil a fora. Segundo os dados do censo de 2017, o sexo feminino já representa 30% das matrículas nas instituições de ensino do país.

Por esse motivo, neste post, vamos trazer os grandes feitos de mulheres na Engenharia de Produção no Brasil. Contar um pouco da história de cinco mulheres− uma de cada região do país− apresentando suas formações acadêmicas e como elas chegaram em posições de liderança e hoje são sinônimo de representatividade.

REGIÃO NORTE- Fabiane Patrícia Marques de Azevedo

Fabiane possui graduação em Administração Pública pela Universidade Federal do Amazonas-UFAM (2009) e mestrado profissional em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Amazonas-UFAM (2020). Atuou como professora da Universidade Luterana do Brasil e professora da Fundação Centro de Análise Pesquisa e Inovação Tecnológica.

Profissional de logística, com carreira de dez anos em diversas multinacionais situadas no Distrito Industrial da Zona Franca de Manaus, como Siemens, Samsung e Ceras Johnson.

Atua em projetos sustentáveis e circulares com ações juntamente com empresas do Polo Industrial de Manaus e escolas públicas. Área de interesse: Economia Circular, Desenvolvimento de produtos, Sustentabilidade e Ecodesign.

NORDESTE- Geisiane Oliveira

Natural de Belo Jardim, Pernambuco, Geisiane tem 29 anos. Possui curso técnico em eletroeletrônica, pelo Instituto Federal de Pernambuco (IFPE); é graduada e mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco, Campus Acadêmico do Agreste (UFPE-CAA).

Atualmente Geisiane cursa Master of Business Administration (MBA) em Digital Business pela Universidade de São Paulo (USP).

Prestou consultoria, onde desenvolveu projetos para aumentar a produção e para o controle de custos da empresa. Atualmente é líder do pilar de Gestão de Desenvolvimento de Pessoas no Grupo Moura, além de dar suporte a outros pilares do WCM dentro da empresa. Também trabalha com transformação digital, desenvolvendo aplicativos e otimizando processos.

Seu grande feito é representar bem as mulheres em um ambiente (ainda) tão masculinizado, que é o chão de fábrica e na área de transformação digital.

CENTRO-OESTE- Symone Gomes Soares Alcalá

Natural de Goiás, a professora Symone é PhD em Engenharia Eletrotécnica e de computadores pela Universidade de Coimbra (UC), Portugal (2015) e Graduada em
Engenharia da Computação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), Brasil (2009).

Apesar disso, Symone voltou a sua carreira para a Engenharia de Produção, onde atualmente é Professora adjunta no curso de Engenharia de Produção da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), Campus Aparecida de Goiânia-Regional Goiânia na Universidade Federal de Goiás (UFG).

Dentre os feitos realizados, os de maior impacto são seus dois últimos projetos de pesquisa, os quais envolvem, respectivamente, uma proposta de modelos para o Planejamento Inteligente da Manutenção 4.0 em equipamentos industriais e o desenvolvimento de tecnologias computacionais inteligentes para apoiar aplicações industriais no contexto da Indústria 4.0.

SUDESTE- Marly Monteiro de Carvalho

A única representante do Brasil entre os selecionados pela plataforma acadêmica
Research.com no ranking dos Melhores Pesquisadores nas áreas de Gestão e Negócios é a professora Marly Monteiro de Carvalho.

Formada em Engenheira de Produção pela Universidade de São Paulo (USP); mestra e doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pós-doutora em Engenharia Gestional pelo Politécnico de Milão (Itália).

Além de docente do curso, Marly também é chefe do Departamento de Engenharia de Produção, da Escola Politécnica da USP, e integrante do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção (POLI/USP) e do Programa de Pós-Graduação em Administração (FEA/USP).

As pesquisas da professora estão concentradas na área de modelo de negócios para mudança, com projetos de Economia Circular, contemplando os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, da ONU.

Ela também já foi Diretora da Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO), e em 2015 recebeu a Medalha do Mérito Abepriano. Atualmente integra o GT de Pós-Graduação da Associação. Autora de 12 livros publicados no Brasil e nos Estados Unidos e de diversos artigos em periódicos renomados, International Journal of Project Management, International Journal of Production Research.

SUL- Vera Lucia Duarte do Valle Pereira

Em 1966, se formou a primeira mulher da antiga Escola de Engenharia Industrial. Vera Lúcia além de ter realizado o feito de ser pioneira na graduação, a engenheira e professora aposentada criou 4 filhos, fez especialização, mestrado e doutorado, deu aula na Universidade Federal de Santa Catarina, orientou alunos de pós-graduação e publicou dois livros.

Vera possui graduação em Engenharia Industrial, especialização em Engenharia de Produção, mestrado em Engenharia Industrial, especialização em Administração Universitária, doutorado em Engenharia Mecânica.

Iniciou carreira como docente no Departamento de engenharia de Produção da UFSC, coordenou o curso de Engenharia de Segurança do Trabalho, orientou pós-graduandos, publicou o livro “Pesquisa Científica sem Tropeços: Abordagem Sistêmica“ e fez parte do livro “Os 50 anos de Graduação da Primeira Turma de Engenheiros da UFSC”.

Hoje seu currículo inclui mais de 50 artigos publicados em periódicos e mais de 80 trabalhos em anais de congressos, entre os temas principais abordados estão segurança industrial, ergonomia, layout e projeto de fábrica. Sendo alguns feitos em conjunto com seu marido, também engenheiro industrial.

REFERÊNCIAS

Curriculum Lattes –  Fabiane Patrícia Marques de Azevedo. Disponível em: <http://lattes.cnpq.br/3773673675548971>. Acesso em: 02, abr. de 2022
GEISIANE OLIVEIRA. Perfil no LinkedIn. Disponível em: <https://www.linkedin.com/in/geisiane-oliveira-msc-9709ab104/>. Acesso em: 06, abr. de 2022.

Alumni EMC Homenageará Primeira Mulher Formada Na Escola De Engenharia Industrial. Universidade Federal de Santa Catarina, 2020. Disponível em: <http://emc.ufsc.br/portal/2020/03/alumni-emc-homenageara-primeira-mulher-formada-na-escola-de-engenharia-industrial/>. Acesso em: 30, mar. de 2022.

UFG – Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas. Disponível em: https://sigaa.sistemas.ufg.br/sigaa/public/docente/portal.jsf?siape=2306922>. Acesso em: 01 de abr. de 2022.

Engenharia de Produção da Universidade Federal de Goiás – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Projetos de Pesquisa. Disponível em: <https://engprod.fct.ufg.br/p/41153- projetos-de-pesquisa-em-andamento>. Acesso em 04 de abr. de 2022.

Curriculum Lattes – Symone Gomes Soares Alcalá. Disponível em: <http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do>. Acesso em: 04 de abr. 2022.

Pesquisadora do mês: Marly Monteiro de Carvalho. USP Mulheres, 2022. Disponível em:<https://uspmulheres.usp.br/pesquisadora-do-mes-marly-monteiro-de-carvalho>. Acesso em: 03 de abr. de 2022.

ABEPRO, 2022 – Única brasileira no ranking de pesquisadores é a Profa. Dra. Marly Monteiro de Carvalho. Disponível em: <https://portal.abepro.org.br/2022/02/11/unica-brasileira-no-ranking-de-pesquisadores-e-a-profa-dra-marly-monteiro-de-carvalho/>.
Acesso em: 04 de abr. de 2022.

Autora GEN, Marly Monteiro de Carvalho está no ranking dos melhores pesquisadores nas áreas de gestão e negócios. GEN. Negócios e Gestão, 2022. Disponível em: <https://gennegociosegestao.com.br/autora-gen-marly-monteiro-de-carvalho-esta-no- ranking-dos-melhores-pesquisadores-nas-areas-de-gestao-e-negocios/>. Acesso em: 05 de abr. de 2022.

1 comentário em “Grandes feitos de mulheres na Engenharia de Produção no Brasil”

  1. Maria do Socorro da Silva

    Acompanho dias e noites dessa linda trajetória de amor e dedicação de Geisisne Oliveira. Parabéns e muito sucesso. Deus abençoe por fazer parte do progresso de nosso País 🙏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.